terça-feira, janeiro 12, 2010

#Cinemafail


Bora falar de dois filmes que estão em cartaz que com toda certeza do mundo não merecem a saída de casa.

A Princesa e o Sapo

Se eu tivesse um filho ou se meu sobrinho fosse pequeno ainda com toda a certeza do mundo eu jamais levaria uma criança pra assistir um filme preconceituoso dessses. Sim porque pior que o preconceito aberto é o preconceito disfarçado que o filme mostra. Apenas duas questões que eu gostaria que a Disney respondesse:
1- Por que raios a princesa negra tem que se casar com um príncipe negro? Por que não um branquelo?
2- Por que raios a princesa loirinha é burra?
E é de todo ironico que a conhecida primeira princesa negra da Disney (oi, a Jasmine é ok?) passe a maior parte do filme com a pele VERDE.

Passado esse enorme problema, o filme é um musical. Eu particurlamente tenho problemas com musicais. Conto nos dedos o que gostei. As músicas sempre estão no contexto da história, mas ainda assim elas atrapalham o desenvolvimento do enredo do filme. A grande sacada de um musical é colocar músicas durante o filme todo sem cair no excesso que atrapalhe o andamento da história. Em “A Princesa e o Sapo” a quantidade de músicas passa além da conta.

O excesso de músicas parece vier do personagem que é um jacaré, que é um instrumentista de jazz (tenho um ódio da Disney com isso de politicamente correto). Os personagens segundários não tem o mesmo brilho (a não ser o vagalume... rs... #piadainfame) e carisma dos outros coadjuvantes da Disney como Sebastião e Linguado (“A Pequena Sereia”), Gênio, Abu e Tapete (“Aladim”), Dory e o tubarão Bruce (“Procurando Nemo”), Mike (“Monstros S.A.”), Mate (“Carros”) e por ai vai.

E por fim: o vilão. Quem me conhece sabe o amor (Luly, isso pega) que eu tenho pelos vilões, ainda mais pelos vilões Disney. O humanização dos personagens se encontram nos vilões e é isso que me encanta. Não é a toa que meu herói preferido é o Chapolin, covarde e atrapalhado (HUMANO!). O vilão do filme é descaradamente uma cópia pessimamente feita do Jafar (vilão do “Aladim”), não só os traços físicos, como o jeito de falar e andar. E isso eu não admito. Jafar é o melhor vilão ever. Jafar tem carisma, charme (palavra da pessoa que quase chorou ao ver o Jafar na parada da Disney #confesso). Jafar super rocks. Assim “nom” dá. Sorry. #Disneyfail

Avatar

Entonces, precisa mesmo a gente dizer porque “Avatar” é tão ruim? Acho que já vi em todos os lugares gente falando mal do filme e confesso que fui de super má vontade ao cinema (o que a gente não faz pela aniversariante que super quer ver o filme?). E bem ao contrário da “A Princesa e o Sapo”, eu super fui pro cinema já sabendo que não ia gostar do filme. Minha sorte foi a “Debra” tá com a gente e super me ajudar o filme ficar divertido. A cada cena listando que filme a cena lembrava. No fim nossa lista ficou assim: “Avatar” é um misto de:
* “Matrix”
* “Eragon”
* “Piratas do Caribe”
* “Titanic”
* “Harry Potter”
* “A Lagoa Azul”
* “O Resgate do Soldado Ryan”
* “Cidade de Deus”
* “Star Wars”
* Com clipe do Michael Jackson com a Timbalada
Ou seja, “Avatar” é um monte de filmes ruins em um só.

A historinha água com açúcar está bem longe de ser uma história linda de chorar. É aquelas histórias de amor que dá ódio porque você sabe que ela vai matar de vez o enredo do filme e é totalmente desnecessária.

Em 10 minutos de filme eu já estava bocejando. Mal sabia eu que ainda vinham duas horas e meia a mais de filme. Deve ser o bocejo viral que o Marcio Ballas tanto escreve no Twitter. Porque lá pelas tantas a “Debra” também tava bocejando. “Helloooooo”, alguém ai explica pro roteirista o que é poder de sintese? Eu super contaria essa história sonolenta em 15 minutos.

Os efeitos são de fato ótimos e lindíssimos (fui assistir o 3D), mas nem de longe compensam o enredo fraquíssimo do filme. Era isso...

Meu beijo a todos, em especial pros aniversariantes do dia: Clarinha e Renato.
Amores, feliz reveillon pessoal pra vocês!
Odeth

3 comentários:

debbylutz disse...

meninaaa.... tem mais duas associaçoes q consegui fazer: o triangulo amoroso super lembra pocahontas, e a Guerra do Vietnã na qual os vietnamitas possuiam assim como os Na'vi a geografia a seu favor...
ahauhauaha

Xibalicious disse...

ó, primeiro vou falar que vc esqueceu dos smurfs, mas... depois disso, lutando contra tudo o que vcs não gostaram, o filme é bom sim, e explicando pras senhoritas o que eu jah falei umas quintentas vezes... AVATAR é só efeito especial, não dá pra ver enredo... hein bahuan!

mas é isso, fiquei feliz por vocês terem ido comigo. fiquei feliz e chorei mais.
=]

um bjo plus pra vcs.

dri disse...

nao tenho ideia que filme esse tal de “Eragon”
bomm sobre a listinha de filmes que vc citou rs
pelo menos 11111 salva aii o piratas do caribe por causa do querido capitão Jack Sparrow rs ...
bommm, so daquela pessoa que gosta de aparecer falar que gostou do filme ja fiquei total desanima ... rs ... outra coisa que me deixou desanimada foi o fato do filme ser do mesmo diretor de titanic kkkkkkkkkkkkkk